Páginas

sábado, 27 de maio de 2017

                     Referência             Fingir que a realidade não existe não faz dela uma realidade melhor, não faz dela uma...

            
        Referência


            Fingir que a realidade não existe não faz dela uma realidade melhor, não faz dela uma situação inexistente, não muda-a. Enxergar uma realidade desagradável é mais oportuno do que criar uma bolha ilusória onde você se permite adentrar e acomodar seus atos e pensamentos e enxergar verdade nenhuma, mas apenas uma miragem que, uma hora ou outra, vai te fazer pisar no vazio e cair.
                  Mas enxergar a veracidade das coisas, por mais doloroso que venha a ser, te dá a chance de realizar a transformação do que tem sido para o que pode ser e o que você gostaria que fosse. É chegada a hora de fazer uma melhor seleção das suas atitudes, do que você tem permitido que se aloje em sua vida e de abrir espaço para novas coisas, e também melhores, possam chegar e ficar.
                  Às vezes, é só questão de olhar com outros olhos para o que você está vivendo para perceber que essa é só mais uma passagem da vida. Que o que parece ser a sua nova vida, é só um processo de mudança pra que você esteja em uma situação completamente nova antes que a vida mude novamente, cabendo a você explorar e desfrutar da melhor forma. 
                 Mas não confunda "olhar com outros olhos" com "se conformar com o que está sendo oferecido". A gente não tem que aceitar tudo o que a vida nos oferece, a gente pode até apressar essa mudança e deixar logo essa fase no passado ou alterá-la um pouco. Se você lembrar que o que você vive é produto do que você escolhe viver e do que você faz, você vai perceber que tudo isso é possível.
                 Permita-se cansar da fuga e enfrentar o mundo real, mas lembre-se que isso não é sinônimo de pessimismo, muito pelo contrário, pode ser feito com um olhar positivo para o caminho que você deve seguir. Permita-se criar expectativas, sonhar alto e dar passo por passo até conseguir estar onde deseja estar.

                   

sexta-feira, 5 de maio de 2017

            Referência                      A vida é essa coisa engraçada que acontece e acaba quando a gente menos espera. Mas viver ...

           Referência


                     A vida é essa coisa engraçada que acontece e acaba quando a gente menos espera. Mas viver vai muito além de estar presente no mundo, viver vai muito além de sobreviver. Viver é não estar contente com algo e fazer tudo o que puder, fazer até mesmo o impossível para tornar a situação o mais próximo que puder do que você deseja. Viver exige ação e mudanças.
                    Durante a vida a gente inicia ciclos que achamos que não terão fim, mas como poderiam não ter fim sendo um ciclo? Um ciclo sempre terá seu início e fim, mas há algo mágico no seu final que é o fato de desembocar em um novo começo, muitas vezes recomeços de quem caiu e se dispôs a tentar novamente, não deixando que o medo de cair novamente tomasse conta de si.
                    Nesses ciclos, a gente conhece pessoas que queremos para vida inteira, pessoas que não queremos mais por perto, pessoas que não podemos ter por perto, pessoas que escolhem não ficar por perto não importa o que nós viemos a decidir, pessoas que simplesmente permanecem.  A vida é feita de temporadas, se renovando involuntariamente. Com todo esse movimento provocado pelo ciclo que estamos vivendo, novas relações nascem, outras terminam para sempre virando um pedacinho de memória, outras terminam e renascem.
                   A cada ano alguns de nós comemoram a data do nascimento e a gente se pega numa reflexão do que aconteceu ao longo desse ano. A gente se dá conta de que esta nova fase é uma nova chance de renascer, de analisar quem fomos e quem queremos ser, de ver o quão próximos estamos disso, onde erramos e onde acertamos. Mas o mais importante nisso tudo é perceber que a gente renasce, que cada temporada nos trás uma marca que fará a diferença no tempo seguinte, que nos fará diferente do que fomos e que, dependendo de com que olhos olhamos pra isto, pode tornar o futuro mais fácil.